GERAL

Evento de Gastronomia local segue até 5 de setembro



A adoção de protocolos de segurança sanitária e de distanciamento social, por conta da pandemia do coronavírus, são medidas que passaram a fazer parte do dia a dia e atingiram setores essenciais, como o da alimentação, que busca a recuperação econômica através de soluções criativas.

O 1º Gastronomia in Delivery Jaraguá é uma prova disso, a partir da iniciativa do Núcleo de Gastronomia da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul, que desde o dia 3 de agosto está ofertando pratos diferenciados para todos os paladares.
 
O evento segue até  5 de setembro e conta com o apoio institucional da Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação. O festival gastronômico reúne 10 restaurantes, lanchonetes, pizzarias e duas cervejarias. Para receber as encomendas em casa, ou no trabalho, basta pedir pelo aplicativo AIQFOME.
 
Levantamento do Núcleo de Gastronomia aponta que o impacto da pandemia resultou na redução de cerca de 40% no faturamento do setor. Os nucleados garantem que todos os cuidados de higiene são seguidos, desde a manipulação dos alimentos, preparação dos pratos, até a entrega do produto final ao consumidor.
 
Reunindo forças
 
“Nós, empresários, reunimos forças e dinheiro para que esse Festival acontecesse.  Vimos os dois lados: contribuir para que a população jaraguaense ficasse em casa, neste momento de pandemia, e ao mesmo tempo fortalecer os negócios locais, inclusive a agricultura familiar e toda a cadeia de fornecedores que envolve nosso ramo, como  entregadores, verdureiras, atacados e supermercados”, salienta a líder do Núcleo de Gastronomia da Acijs, Elisiane de Souza Chiodini. “Estamos fazendo nossa parte", observa. Ainda de acordo com Elisiane Chiodini, cabe ao consumidor jaraguaense prestigiar o festival gastronômico.
 
O diretor de Turismo, Marcelo Nasato, reforça a importância da comunidade em prestigiar a iniciativa, contribuindo para a recuperação financeira do ramo gastronômico: “O momento é delicado, precisamos nos prevenir, e este evento vem ao encontro do que se recomenda para o que estamos passando, que é de ficar em casa. Mas ao mesmo tempo, podemos contribuir com toda essa cadeia produtiva e ajudar as empresas locais a se recuperarem”.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM