POLÍTICA

Com projeto da Prefeitura de Schroeder, vereadores devem votar aditivo de R$ 4 mil para o Corpo de Bombeiros Voluntários




A negociação iniciou no último,dia 11, terça-feira, por meio de reunião entre o vice-prefeito de Schroeder, Adriano Kath, representantes da Secretaria de Planejamento, Gestão e Finanças e dos bombeiros voluntários | Foto: Gabriel Junior/Schroeder Post

A Câmara de Vereadores de Schroeder deve votar, em sessão extraordinária por videoconferência às 8 horas desta quinta-feira (13), acréscimo de R$ 4 mil ao valor que é repassado pelo Município atualmente ao Corpo de Bombeiros Voluntários. Segundo o presidente da corporação, Adalberto Schneider Rubinhc, o projeto foi discutido durante reunião virtual que contou com a presença de todos os vereadores e do prefeito Osvaldo Jurck na noite desta quarta-feira, dia 12.

Atualmente, a corporação recebe R$ 12,5 mil. Com o aditivo, o repasse deve passar a ser de R$ 16,5 mil mensais. O presidente da instituição, Adalberto Schneider Rubinhc, explica que todos os participantes apoiaram a proposta da Prefeitura. O valor do acréscimo será destinado exclusivamente para folha de pagamento de bombeiros contratados efetivos. 

O valor deve ser assegurado até o final deste ano, quando vencerá o convênio da instituição com a Prefeitura. “A corporação agradece profundamente o empenho da Prefeitura e todos os vereadores que não mediram esforços para ajudar neste momento tão delicado, e mostraram realmente suas preocupações com o município e todos os munícipes”, declara Rubinhc.

PEDIDO | A negociação iniciou no último dia 11, terça-feira, por meio de reunião entre o vice-prefeito de Schroeder, Adriano Kath, representantes da Secretaria de Planejamento, Gestão e Finanças e dos bombeiros voluntários, para discutir as dificuldades enfrentadas pela corporação.

O presidente da instituição, Adalberto, explicou que a reunião teve como objetivo alinhar questões e buscar apoio para a resolução dos problemas que os bombeiros voluntários enfrentam. “A pandemia que a gente está vivendo está trazendo alguns déficit para os bombeiros, principalmente na questão de pessoal. Hoje o voluntariado tem diminuído ou se afastando. Durante o dia, normalmente é mais complicado para conseguir os voluntários, e agora, com a pandemia isso ficou ainda pior”, explica.

A intenção foi procurar sugestões do poder público para solucionar os problemas, bem como a busca por aditivo aos repasses financeiros. “Isso é para que consigamos fazer mais contratações para suprir nossa necessidade nesse momento de pandemia. Nossas ocorrências mudaram, elas precisam de mais tempo, demora mais para serem atendidas, têm um pouco mais de cuidado”, afirma, justificando o aumento de custos para a manutenção dos bombeiros voluntários.

No entanto, Rubinhc lembra que hoje é a Prefeitura de Schroeder que mantém os bombeiros voluntários ativos, por meio do repasse de recursos mensais. “Se não fosse o repasse que nós recebemos hoje, nós teríamos que fechar as portas”, destaca.

DOAÇÕES | O CBVS também recebe doações de empresas e pessoas da comunidade. Dentre as doações mais recentes feitas por empresas estão 20 quilos que alimentos por mês, que serão utilizados pelos bombeiros em serviço e um sofá, que será utilizado nos horários de descanso entre o atendimento das ocorrências.

“A gente recebe também doações de pessoas físicas, como floreiras, uma pia de mármore, um bacão de fogão e um fogão. Aos poucos a gente vai equipando a corporação, para deixar com maior qualidade para que o voluntário venha e tenha uma maior qualidade de vida no momento em que ele está de plantão”, completa.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM