SEGURANÇA

Kit transposição de nova ponte em Corupá é instalado nesta terça-feira (11)



Por mais de 40 anos, seu Arthur Gesser, de 94, aguardou por melhorias na ponte da comunidade Tifa Gessner, do Rio Paulo, em Corupá. Foram tantas vezes que ele, a família e demais moradores ficaram isolados durante enchentes e chuvas fortes, que perdeu até a conta. De sua casa, que fica em frente ao rio, ele acompanhou na terça-feira (11) a obra que pretende mudar essa realidade: o kit transposição de concreto, para uma nova ponte, estava mesmo sendo instalado.

Ainda no fim de janeiro deste ano, a Prefeitura de Corupá iniciou a construção das duas cabeceiras da nova ponte. A obra é uma parceria entre Município e Defesa Civil Estadual. O projeto de kits de transposição é destinado para reconstrução de estruturas que foram ou que possam vir a ser danificadas por eventos climáticos, como enchentes. Após ser firmado o termo de cooperação, os municípios ficam responsáveis pelas cabeceiras e o Estado pelo transporte e montagem das estruturas pré-moldadas de concreto – o que ocorreu nesta semana em Corupá.

A estrutura que passará por cima do Rio Paulo vai beneficiar diretamente cerca de 15 famílias que moram na região, além de melhorar o escoamento agrícola e o transporte escolar. Com a nova ponte, a força da água em período de fortes chuvas não deverá mais danificar a estrutura. A ponte nova ficará cerca de cinco metros acima do nível do rio e estará 1,5 metro acima do nível em que o rio estava na última enchente registrada no local, informou o secretário de Infraestrutura e também responsável pela Defesa Civil de Corupá, Claudio Siqueira.

Após a instalação das vigas, a Infraestrutura e a Defesa Civil de Corupá vão finalizar o preenchimento das cabeceiras, realizar a macadamização da via e retirar o pontilhão de madeira do local.

“A nossa expectativa, se tudo ocorrer dentro do cronograma, é liberar a passagem da ponte ainda no fim de semana da próxima semana”, complementou Siqueira.

Monitoramento

Desde 2017 que a Defesa Civil monitora e faz o registro das ocorrências causadas na região por conta de enchentes, inclusive com a derrubada da estrutura de madeira. Em diversas ocasiões a comunidade ficou isolada, prejudicando também a travessia de caminhões com produtos agrícolas.

Pontilhão em dia após chuva forte

 “A comunidade ajudou muito. Eles faziam fotos, relatavam a situação à Defesa Civil. Assim foi possível fazer um registro completo do caso, comprovando o histórico de ocorrências e prejuízos, e viabilizar o kit transposição de concreto com a Defesa Civil Estadual”, explicou ainda o coordenador regional da Defesa Civil de SC, Osvaldo Gonçalves, que também acompanhava os trabalhos em Corupá.

A obra das cabeceiras teve um investimento aproximado de R$ 80 mil da Prefeitura. Já o Estado investiu R$ 103 mil com a estrutura de concreto.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SEGURANÇA  |   22/01/2021 08h27





SEGURANÇA  |   22/01/2021 08h26


SEGURANÇA  |   22/01/2021 08h17