SEGURANÇA

Taxa de R$ 100 por consumo de cigarro causa confusão em motel de SC

A PM (Polícia Militar) precisou ser acionada para conter uma confusão em um motel, localizado no bairro Corridas, em Orleans, no Sul catarinense. Segundo a guarnição, a discussão envolvia o pagamento de uma taxa por consumo de cigarro no estabelecimento.

A situação teria acontecido na sexta-feira (14), por volta das 15h30, e envolvia um cliente e a responsável pelo motel.

Conforme a PM, ao chegar no local, abordou o homem, que afirmou estar armado. Após revista pessoal, foi constatado que ele portava um canivete. A mulher, que o acompanhava, foi liberada.

Em seguida, os policias conversaram com a responsável pelo estabelecimento. Ela relatou que o cliente utilizou um quarto e consumiu alguns produtos e, ao sair, recusou-se a pagar R$ 196,00.

O valor era equivalente à estadia (RS 79,00), ao uso de uma camisinha (R$ 4,00), a uma cerveja (R$ 8,00), a um refrigerante (R$ 5,00) e à taxa por ter fumado cigarro (R$ 100,00).

Segundo a mulher, ele teria pago apenas R$ 106,00 desse valor. Para o restante da dívida, o homem alegou não ter mais dinheiro nem conhecimento dessa taxa. Essa versão foi confirmada pelo próprio cliente.

Duas placas na porta do quarto 

Porém, a PM verificou que haviam duas placas na porta do quarto informando a tal cobrança, bem como na entrada do estabelecimento.

Além disso, de acordo com a guarnição, o cliente teria ameaçado funcionários do motel, dizendo que "daria um tiro na cara de cada um". Também teria mostrado um canivete em frente a câmera e afirmado que iria quebrar o portão de saída.

Acordo

Para resolver a situação, houve um acordo entre ambos. A responsável pelo estabelecimento aceitou que homem deixasse o relógio como garantia de pagamento até o dia seguinte.

De acordo com a PM, a empresa não retornou ou solicitou suporte, então acredita que o acordo tenha sido cumprido.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM