GERAL

Sociedades e casas noturnas conhecem novo regramento contra a covid em Jaraguá do Sul

A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde, promoveu na manhã desta quinta-feira, uma videoconferência  para divulgar as regras do mais recente decreto do Governo do Estado sobre a pandemia da covid-19.

O encontro abordou temas como a permissão de eventos acima de 500 pessoas, liberação de pista de dança, além da elaboração de  plano de contingência previamente autorizado pela própria Prefeitura. 

A reunião foi coordenada pelo diretor de Vigilância em Saúde do Município, Dalton Fischer, pela gerente de Vigilância Sanitária e Saúde do Trabalhador, Nilceane Aparecida Junckes Costa, pelo diretor de Decisões Administrativas da PMJS, João Berti e pela chefe de Gabinete do Prefeito, Emanuela Wolff.

Foram convidados para a videoconferência os responsáveis pelas sociedades de tiro, que participaram da primeira parte da reunião iniciada às 9 horas  e, na sequência, uma segunda rodada de esclarecimentos com donos de casas noturnas, de festas e afins.

Foi explicado aos participantes como eles vão poder solicitar autorização para eventos de grande porte, acima de 500 pessoas bem como quais são os critérios para liberação de pista de dança.

“Para que haja essa liberação tem alguns passos que precisam ser cumpridos pelos proprietários dessas casas noturnas, de festa, de clubes sociais, esportivos. Daí, a ideia de fazer isso por videoconferência”, explicou Nilceane.

Dentro dos decretos do “Evento Seguro” previsto pelo novo decreto do Governo do Estado está a aprovação de um plano de contingência no prazo de 20 dias antes de ocorrer o evento com público acima do limite de 500 pessoas ou liberação da pista de dança.

“Dentre os protocolos previstos está  a necessidade da apresentação  da carteirinha de vacina como comprovação das duas doses para a plena imunização contra o covid, ou então o teste negativo recente do covid-19”, reiterou Fischer. 

Os estabelecimentos que contarem com sistema de ar-condicionado Também deverão apresentar o plano de monitoramento da qualidade do ar (PMOC). 

“Claro que os estabelecimentos que não contarem com este sistema de climatização não precisarão apresentar o PMOC, mas descrever no plano de contingência a forma com que é feita a circulação do ar no local seja por janelas abertas ou outro meio”, ponderou Nilceane. 

Já a exigência do uso da máscara no ambiente interno prossegue, podendo ser retirada apenas para beber ou comer em lugar previamente definido para isso.  

Para acessar essa e outras informações sobre o novo regramento do Estado em relação ao funcionamento desses estabelecimentos basta acessar o site da Prefeitura (www.jaraguadosul.sc.gov.br) e clicar no botão “Regras Atividades Econômicas – Covid” na aba esquerda do portal.

Ali tem todas as informações em relação ao assunto bem como modelo do Plano de Contingência para download, que deverá ser protocolado com 20 dias de antecedência ao evento, para análise e validação.

Bom senso - Dalton Fischer destacou de liberar espaço como a pista de dança, os proprietários de sociedades e casas noturnas precisam ter em mente qual é seu público.

“Hoje, pessoas com faixa etária de 18 a 39 anos apenas 31% estão totalmente imunizados com a segunda dose. Por outro lado, 86% munícipes com idade entre 40 a 69 anos já foram vacinados com as duas doses. Se seu público é o mais jovem recomendamos esperar mais um pouco para liberar a pista de dança.

PERCENTUAL DE OCUPAÇÃO
De acordo com o Decreto Estadual 1.486/2021 o percentual de ocupação para ambientes como sociedades, casas de festa e afins ficou estabelecido:
1) de 1º a 31 de outubro de 2021: permissão para realização de eventos com ocupação simultânea de até 60% (sessenta por cento) da capacidade do ambiente;
2) de 1º a 30 de novembro de 2021: permissão para realização de eventos com ocupação simultânea de até 70% (setenta por cento) da capacidade do ambiente; e
3)  - de 1º a 31 de dezembro de 2021: permissão para realização de eventos com ocupação simultânea de até 80% (oitenta por cento) da capacidade do ambiente.
Obs.: Para eventos acima de 500 (quinhentos) participantes, será obrigatório o cumprimento do protocolo "Evento Seguro".





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM