GERAL

Órgãos públicos e privados unidos para lidar com a situação dos moradores de rua de Guaramirim





Na última semana, órgãos da Prefeitura de Guaramirim, organizações sem fins lucrativos, entidades pública e privadas se reuniram para discutir sobre a situação dos moradores de rua no município.

Conforme o secretário de Desenvolvimento Social e Habitação Alcibaldo Pereira Germann, a equipe do CREAS apresentou atendimento prestado às pessoas nessas condições. De acordo com levantamento, atualmente cerca de 10 pessoas moram nas ruas de Guaramirim. O número de pessoas que vem pela cidade em busca de emprego e acabam não tendo onde ficar é um pouco maior, mas estas seguem de volta para seu local de origem ou conseguem se estabelecer e deixar as ruas.

O secretário afirma que a reunião teve como objetivo esclarecer o trabalho que vem sendo feito pelo Social, com o acolhimento das pessoas em situação de rua, e o encaminhamento para as ONGs que atuam com eles, como a Fome de Amor.

Entidades públicas e privadas montaram um grupo de trabalho para realizar ações e parcerias que podem evitar esses problemas. Algumas delas são: encaminhamento destas pessoas para o mercado de trabalho, dando a oportunidade de geração de renda e sustento próprio, incentivo à internação voluntária no caso dos dependentes químicos, parcerias com empresas e comércios com doações para as entidades que ajudam as pessoas em situação de rua e outras que podem oferecer possibilidade de que os moradores em situação de rua voltem ao convívio comunitário.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM