ESPORTE

Em visita à Diretoria de Esportes de Schroeder, jogador de voleibol trata de projetos para o futuro


Valentino conversou com o diretor de Esportes Xande Oliveira. Foto: Divulgação

O jogador de vôlei Valentino Gnewuch de Abreu, que voltou a residir em Schroeder, esteve em visita à Diretoria de Esportes para falar de projetos futuros. Desde 2019, o atleta estava em São Paulo, no Sesi-SP.

A última atuação na categoria de base foi em 2020, jogando pelo Super Vôlei Santo André, em Santo André, no ABC Paulista. No momento, está sem clube, treinando a parte física e sem parte tática por causa da pandemia.

Natural de Cantagalo, Paraná, ele conta que morou em Schroeder até 2016, quando jogava por Jaraguá do Sul. “A minha ligação com a região é desde quando minha família se mudou pra cá, em 2002. Estou na casa dos meus pais”, comenta.

O diretor de Esportes de Schroeder, Alexandre Santos de Oliveira, diz que o atleta foi muito bem recebido na Pasta. “Conversamos sobre a carreira dele, seus projetos e desejo de futuramente trabalhar pelo esporte de Schroeder, na sua modalidade de voleibol. O Valentino é um atleta daqui da cidade, tem vínculos aqui. Garoto fantástico, que merece tudo que vem colhendo na modalidade”, enfatiza Xande.

Ao descrever Valentino, o diretor ressalta que o jogador possui uma preocupação social muito grande, “por saber e ter vivenciado na pele as dificuldades do caminho na modalidade”. Ele afirma que o jovem trouxe ideias e se mostrou à disposição para auxiliar na formação de mais atletas na cidade.

Aos 21 anos, Valentino traçou uma jornada de sucesso desde a base, começando no Colégio Evangélico Jaraguá, em 2012. No mesmo ano, ingressou na fundação de Jaraguá do Sul e, em 2015, atuou pela primeira vez na seleção catarinense. Em 2017, migrou para o Bento Vôlei, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. No ano seguinte, voltou para Santa Catarina para jogar por Balneário Camboriú.

“Em 2018, tive minha segunda atuação pela seleção catarinense, sendo Campeão Brasileiro”, recorda.

“Para nós, enquanto setor de Esportes, é uma alegria poder ver atletas da cidade se destacando em cenários maiores. Nosso objetivo é, nos próximos anos, fazer com que os nossos atletas se destaquem e, por consequência, destaquem a cidade de Schroeder e os trabalhos desenvolvidos aqui”, ressalta Xande.

Atualmente, as categorias de base estão paradas devido à pandemia, mas, se não estivessem, o diretor diz que a primeira ideia seria usar o exemplo de Valentino para motivar as crianças a seguirem na modalidade.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM