POLÍTICA

Jaraguá do Sul e Schroeder já possuem mais de 50 denúncias por irregularidade de propaganda eleitoral



A campanha eleitoral não apenas já começou como está a todo vapor. Rádios, TVs, internet, a famosa propaganda nas ruas, todas as “armas” para conquistar o eleitor já estão sendo utilizadas para o pleito que acontece no dia 15 de novembro. Apesar disso, há regras para a campanha e irregularidades são denunciadas e podem, até mesmo, gerar suspensão de candidaturas.

De acordo com Eduardo Arbigaus, chefe de cartório, mais de 50 representações por irregularidades de propaganda eleitoral já foram registradas em Jaraguá do Sul e Schroeder. “Normalmente, as irregularidades são por adesivos maiores do que o tamanho permitido e irregularidades na divulgação na internet e redes sociais”, explica.

O chefe de cartório explica, ainda, que o Disque-eleitor, serviço para que os eleitores possam esclarecer dúvidas sobre cancelamento, suspensão e regularização do título de eleitor, certidões eleitorais, locais de votação, justificativa e outras dúvidas, está disponível, das 13h às 19h, no telefone 0800-647-3888. Além disso, outra novidade é o ChatBot do TSE, que funciona via WhatsApp.

O serviço pode ser acessado no site do TSE, que leva o eleitor a um QR Code para conversar com o assistente virtual ou, ainda, adicionando o telefone 61 9637-1078 à lista de contatos. O canal automático dá informações sobre dia, horário e local de votação, além de dar dicas para mesários.

Os mesários, inclusive, passaram por treinamento via EAD (Ensino à Distância). Em Schroeder serão aproximadamente 200 convocados entre mesários, delegados de prédio e auxiliares que atuarão no dia do pleito eleitoral.

Arbigaus esclarece, ainda, que neste ano os eleitores podem justificar a ausência através do e-título. Para os que estão no domicílio eleitoral, o aplicativo também serve para consulta dos locais de votação.

Os eleitores que necessitarem de atendimento no cartório eleitoral podem procurar o local das 12h às 19h. O chefe conta que os funcionários estão trabalhando com expediente interno para atendimento a eleitores, candidatos e partidos.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM