GERAL

Iniciado treinamento com voluntários para combater infestação de borrachudos em Schroeder




Borrachudos se tornaram um problema de saúde. Foto: Divulgação

Nas pernas, as marcas se multiplicam e se acumulam e não deixam mentir. As picadas dos borrachudos se tornaram um problema de saúde para a comunidade do bairro Braço do Sul e o senhor Ivo Muller é prova de como os insetos podem ser ferozes e deixar marcas.

Ele conta que a incidência do borrachudo acontece há mais de um ano na região e que as reclamações da comunidade se acumulam tanto quanto as marcas das picadas. Ivo conta que já tem aplicado o produto há três meses e, até o momento, não houve solução para o problema.

“Por isso chamamos o pessoal da prefeitura e com a presença de todas as pessoas que sofrem com os borrachudos conversamos para tentar resolver isso”, fala.

A reunião entre representantes da secretaria de Agricultura e da comunidade aconteceu na segunda-feira (14) e, de acordo com o diretor, Valério Onofre, o objetivo era viabilizar uma ação a fim de amenizar a infestação do inseto e aumentar o controle.

Reunião entre representantes da secretaria de Agricultura e da comunidade | Foto: Geñesis Costa/Schroeder Post

“Ficou definido que alguns membros da comunidade, que se apresentaram como voluntários, passarão por um treinamento e receberão o produto para aplicação na região, intensificando o combate e controlando ainda mais as larvas”, explica.

Apesar de ter chegado a uma conclusão, para Ivo, o poder público poderia disponibilizar mais pessoas, pois depender dos voluntários é complicado. “Um dia aplica, no outro não”, diz.

Segundo ele, que inclusive cedeu o espaço da propriedade para a reunião, é “insuportável aguentar porque tem dias que, por mais que estejamos com calças, temos que engolir borrachudo. É impossível aguentar isso”, salienta.

O diretor de agricultura reforça que todos os municípios da região precisam também fazer o combate porque o inseto costuma percorrer grandes distâncias. “Esse é um momento de mudança de clima e um prato cheio para os insetos”, complementa.

O treinamento com os voluntários foi iniciado na quarta-feira (16) e a prefeitura irá fornecer o larvicida biológico para o combate ao borrachudo.

 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM