GERAL

Eletricista que lutou por quase um mês para vencer a Covid-19 fala sobre período difícil
Com fortes sintomas, Luis Carlos Obenaus foi internado por 20 dias na UTI e permaneceu parte do tempo entubado.




Luis deu entrada no hospital com 113 quilos e saiu de lá com 95 kg. Atualmente, ele está com 100 kg. Foto: Arquivo

Sem nenhuma ideia de como foi infectado pelo novo coronavírus, o eletricista Luis Carlos Obenaus, 36 anos, que mora na Vila Chartres, mas também vive no sítio com os pais em Schroeder, perdeu 18 quilos durante a internação de quase um mês no hospital. O período difícil começou com sintomas leves que rapidamente se agravaram.

Ele conta que antes de ser atingido pela Covid-19, após período isolado em casa, retornou ao trabalho mantendo os cuidados para evitar o contágio.

"Sempre com máscara, usando álcool e tal, não cumprimentando os clientes diretamente com a mão”, revela.

Entretanto, numa manhã acordou com alguns sintomas: uma leve dor de cabeça, que foi se agravando ao longo do dia. À noite, apresentou febre e, segundo Luis, foi quando acendeu a luz de alerta. O jaraguaense, então, procurou fazer consultas e exames, sendo colocado em isolamento.

“Os sintomas começaram na quarta-feira, os exames foram retirados na sexta, e na terça-feira da outra semana foi confirmado. Nesse mesmo dia, dei entrada no hospital, fui diretamente para a UTI, mas só fui entubado alguns dias depois. A falta de ar foi bem intensa, além de dor no tórax, falta de paladar e tosse seca, que gerava bastante desconforto e dor”, recorda.

Foram 20 dias na UTI e mais oito dias na enfermaria do Hospital São José, um período bastante complicado para a família, pois as notícias não eram boas. A situação de isolamento e falta de contato, conforme Luis, gera uma apreensão.

“Não é uma doença simples. É algo novo, ainda não se tem todo o conhecimento”, ressalta.

O contato foi retomado conforme se recuperou, primeiramente, por meio de vídeo-chamada para a esposa. O paciente também recebeu áudio com mensagens de incentivo e carinho de amigos e familiares.

“Isso foi muito, muito motivador enquanto eu estava lá dentro da UTI”, garante. Durante a recuperação, Luis passou um período sem falar, em razão da traqueostomia.

Com fortes sintomas, Luis Carlos Obenaus foi internado por 20 dias na UTI e permaneceu parte do tempo entubado.

A alta hospitalar veio no dia 28 de julho, mas até hoje o jaraguaense continua a fazer fisioterapia. Os pais dele testaram positivo para a doença, mas não necessitaram de internação. Luís teve bronquite asmática na infância, o que, acredita, foi fator para pré-disposição à Covid-19.

“O trabalho da equipe médica e da enfermagem foi incrível. Quando a gente não pode se cuidar, o pessoal da saúde está na linha de frente”, afirma.

A recuperação de Luis Carlos Obenaus foi marcada pela coragem e superação. Assista ao vídeo e se emocione com mais essa história linda e feliz!

 

 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM